Tem um negócio em Mariana ou Ouro Preto e quer ter publicidade até mesmo de graça para ele? Saiba mais AQUI

Inscrever no RSS:Notícias Comentários

Você está aqui : Home » Mariana MG » Mariana: novos rumos são definidos para as beneficiárias do programa Renda Mínima

 

COMPARTILHE esta matéria com seus amigos. #espalhe

 

mariana-novos-rumos-sao-definidos-para-as-beneficiarias-do-programa-renda-minima

A Prefeitura de Mariana, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, promoveu na terça-feira (21), uma reunião com as beneficiárias do programa Renda Mínima. Estavam presentes, além da secretária Regiane Oliveira, o secretário adjunto, João Paulo Batista, a coordenadora do programa, Vivian Lino, o procurador municipal, José Celso, e a coordenadora do Média Complexidade, Cláudia Dionísio.

O objetivo do encontro foi esclarecer sobre a validade do contrato de dois anos regulamentado pela Lei 2.300, de 2009. O programa Renda Mínima, com cerca de 380 beneficiárias, tem o intuito de oferecer a mulheres chefes de família que possuem vulnerabilidade social e geralmente são mães solteiras, a oportunidade de serem preparadas para o mercado de trabalho, através de cursos de capacitação e um emprego de meio período.

De acordo com a Lei, a beneficiária tem o direito de permanecer com esse vínculo durante dois anos, onde após o prazo, ocorre o desligamento. No dia 1º de agosto, 260 mulheres serão desligadas do programa, onde durantes dois anos puderam realizar cursos e oficinas de capacitação como: Corte e Costura, Artesão – Bordado à Mão, Capacitação de Auxiliar de Pessoal, Manicure/Pedicure, Padaria, entre outros, além de serem incentivadas a retomarem aos estudos.

De acordo com a coordenadora, Vivian Lino, o programa foi feito com o objetivo de possibilitar essas mulheres para o mercado de trabalho. “Fazer com que elas ganhem qualificações para ganharem mais do que ganham aqui“, disse.

Após o desligamento, novos cadastros serão feitos, e de acordo com a secretária Regiane “cada caso vai ser estudado junto com o jurídico, como o projeto tem validade, ele tem que ser seguido à risca. Do ponto de vista do município, nós vamos estudar cada caso para ver a possibilidade da reintegração da pessoa“, afirmou. Ou seja, todas essas mulheres que serão desligadas, caso queiram estender o período no programa, terão seus perfis analisados através de um estudo social, para ver quem realmente tem necessidade de voltar para o Renda Mínima.

Para as beneficiárias que passaram pelo programa fica a gratidão e o respeito pelo grande suporte recebido durante a inclusão. Viviane Alvimar, de 34 anos, será desligada e deixou público seu reconhecimento pelo trabalho e esforço de todos os envolvidos. “Graças ao programa tenho curso de corte e costura, saio feliz da vida, satisfeita. Vale a pena passar pelo Renda Mínima. Com o dinheiro que consegui trabalhando, estou terminando de construir a minha casa“, ressaltou.

Foto: Andressa Goulart

COMPARTILHE esta matéria com seus amigos. #espalhe

 

COMENTE pelo facebook ou pelo formulário no final desta página:

 

 

Já Curtiu?

                

 

PARTICIPE da matéria através do formulário abaixo:

Desenvolvido por Sidiney Gomes · Copyright © 2011 - 2015 · Portal Mariana · Todos os Direitos Reservados · É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer texto ou imagem deste site, por qualquer meio ou processo. A violação de direitos autorais constitui crime – lei 9610/98 · diHITT - Notícias
Mariana: novos rumos são definidos para as beneficiárias do programa Renda Mínima