Tem um negócio em Mariana ou Ouro Preto e quer ter publicidade até mesmo de graça para ele? Saiba mais AQUI

Inscrever no RSS:Notícias Comentários

Você está aqui : Home » Ouro Preto MG » TAEs da UFOP rejeitam índice proposto pelo governo parcelado em quatro anos

 

COMPARTILHE esta matéria com seus amigos. #espalhe

 

taes-da-ufop-rejeitam-indice-proposto-pelo-governo-parcelado-em-quatro-anos

Em assembleia nesta terça-feira (1º), os Técnico-administrativos em Educação (TAEs) da UFOP, em greve há 93 dias, aprovaram proposta que ratifica a posição da base de encaminhar ao Comando Nacional de Greve (CNG) CNG Fasubra que “se posicione contra a assinatura de qualquer acordo com o governo que não garanta minimamente a recomposição das perdas salariais (27,3%)“.

A categoria entende que ao assinar acordo plurianual estará abdicando de dois pontos essenciais de nossa pauta geral que são: data base e negociação coletiva. Os trabalhadores reiteram a posição em defesa intransigente da manutenção da paridade entre os da ativa e aposentados.

Na manhã de segunda-feira, 31 de agosto, o secretário de Relações de Trabalho, Sérgio Mendonça, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em reunião para negociações com trabalhadores em greve, reforçou a decisão do governo de manter a proposta de reajuste com o índice de 21,3%, fracionado em quatro anos.

As entidades do funcionalismo público estão recebendo ofícios contendo as propostas e condições no processo negocial. Entretanto, a representação da do CNG Fasubra afirmou que até o momento não havia recebido o documento. De acordo com o secretário, as negociações entre Fasubra, Ministério da Educação e Ministério do Planejamento não foram encerradas, fato que ocasionou o atraso.

Em posição unânime, as entidades decidiram não aceitar a proposta de reajuste parcelado em quatro anos e solicitaram que este fato não seja condicionante ao conjunto de pautas específicas. Sérgio Mendonça informou que será realizada reunião com o governo para apresentar a situação e discutir os rumos da negociação. De acordo com o secretário, a pauta específica será negociada com as entidades que aceitarem o acordo referente à pauta geral.

Mendonça afirmou que as entidades que assinarem o acordo serão contempladas com o reajuste de 5,5% em janeiro de 2016. Este percentual já foi encaminhado para o fechamento do Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2016, mas as entidades mantém a reivindicação de negociação de índice e de período.

A Fasubra considera que a proposta apresentada é rebaixada, que sequer recompõe o índice inflacionário deste ano que, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com previsão em torno de 9,32%.

A próxima assembleia da categoria acontece na terça-feira, 08 de setembro, às 14 horas, na sede do Sindicato ASSUFOP.

Foto: Divulgação Sindicato ASSUFOP

COMPARTILHE esta matéria com seus amigos. #espalhe

 

COMENTE pelo facebook ou pelo formulário no final desta página:

 

 

Já Curtiu?

                

 

PARTICIPE da matéria através do formulário abaixo:

Desenvolvido por Sidiney Gomes · Copyright © 2011 - 2015 · Portal Mariana · Todos os Direitos Reservados · É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer texto ou imagem deste site, por qualquer meio ou processo. A violação de direitos autorais constitui crime – lei 9610/98 · diHITT - Notícias
TAEs da UFOP rejeitam índice proposto pelo governo parcelado em quatro anos