Adimar (PTB) Bambu (PDT) Bruno Mol (PSDB) Cristiano Vilas Boas (PT) Daniely Alves (PR) Fernando Sampaio (PRB) Juliano Duarte (MD) Leitão (PNT) Marcelo Macedo (PSDB) Pedro do Eldorado (PR) Prof. João Bosco (PP) Raimundo Horta (PMDB) Tenente Freitas (PHS) Tião do Sindicato (PTC) Zezé de Nego (PTB)
 

Audiência Pública da Câmara define Comissão que discutirá o futuro de Águas Claras

1 de junho de 2015

Post image for Audiência Pública da Câmara define Comissão que discutirá o futuro de Águas Claras

A Câmara de Mariana realizou audiência pública no dia 26 de maio para debater a possibilidade de elevar o subdistrito de Águas Claras à categoria de distrito. Durante a audiência, foi formada uma Comissão composta pelos moradores Geraldo Leal, João Dionísio, Flávio Cézar, Geraldo Agnaldo, Maria Marcilene e Romeu Miranda. Eles participarão de reuniões com o Legislativo e o Executivo para definir a mudança na Lei Orgânica Municipal e para dialogar com os demais subdistritos sobre a possibilidade de pertencerem ao mais novo futuro distrito.

O presidente da Câmara, vereador Tenente Freitas (PHS), ressalta a participação popular na audiência. “A comunidade de Águas Claras demonstrou grande interesse na elevação. O público ultrapassou as 150 cadeiras da escola, que foram todas ocupadas, além da arquibancada da quadra, e muitas pessoas ficaram em pé. Então, acredito que esse sonho será realizado e que vamos conseguir que o subdistrito chegue à categoria de distrito”, afirma. Durante a audiência, a Câmara promoveu um plebiscito que legitima a vontade popular de elevação do subdistrito.

De acordo com o vereador Juliano Duarte (PPS), autor do requerimento nº 28/2015 que originou a audiência, a presença dos moradores é fruto da confiança no trabalho da Câmara. “Vamos nos reunir com a Comissão e o Executivo para delimitar quais localidades poderão integrar o futuro distrito de Águas Claras. Temos Pedras, Paracatu e Campinas que estão próximos e que podem ter interesse em fazer parte”, afirma.

Atualmente, Águas Claras pertence ao distrito de Cláudio Manoel. Segundo o vereador Edson Carneiro “Leitão” (PTN), está na hora de atender à reivindicação da comunidade. “Em Águas Claras, temos dois bons times de futebol, duas fábricas de bloco, a maior bacia leiteira da região, além de restaurantes e mercearias. Águas Claras tem crescido com responsabilidade, é um subdistrito muito organizado e tem uma associação de moradores muito atuante”, ressalta.

É um momento histórico para nós”, afirma o líder comunitário Paulo Flávio. “Essa é uma etapa e temos que seguir em frente”, conclui. Entre os benefícios de tornar-se um distrito, a comunidade pode adquirir ao longo do tempo a implantação de um posto policial, antena de telefonia móvel, cartório de registro civil e serviço dos Correios. O membro da Comissão de moradores, Romeu Miranda, também demonstra confiança. “Lembro de Águas Claras com 16 casas e olha o tamanho que está hoje. Muitas pessoas de fora, como médicos e engenheiros estão vindo para cá, então a gente tem que fazer nossa parte também”, ressalta.

Em 2002, a Câmara aprovou a indicação do vereador Geraldo Sales “Bambu” (PROS) para elevar Águas Claras à categoria de distrito. “Na época, houve o apoio da Câmara, mas o Executivo não deu o apoio necessário, faltou vontade política”, destaca Bambu. A audiência contou também com a participação dos vereadores Cristiano Vilas Boas (PT), Tião do Sindicato (PTC), José Jarbas (PTB) e do procurador do município, José Celso.

Foto: Divulgação CMM

COMENTE pelo facebook ou pelo formulário no final da notícia:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: