Adimar (PTB) Bambu (PDT) Bruno Mol (PSDB) Cristiano Vilas Boas (PT) Daniely Alves (PR) Fernando Sampaio (PRB) Juliano Duarte (MD) Leitão (PNT) Marcelo Macedo (PSDB) Pedro do Eldorado (PR) Prof. João Bosco (PP) Raimundo Horta (PMDB) Tenente Freitas (PHS) Tião do Sindicato (PTC) Zezé de Nego (PTB)
 

Bambu diz que denunciante agiu de má fé induzindo vereadores ao erro

26 de agosto de 2013

 

bambu-diz-que-denunciante-agiu-de-ma-fe-induzindo-vereadores-ao-erro

Sidiney Gomes – Do Portal Mariana

Denunciante agiu de má fé induzindo vereadores ao erro. Esse foi o pilar da explanação do vereador Geraldo Sales de Souza – Bambu (PDT), no plenário da Câmara durante a 24ª reunião ordinária da segunda-feira (19), quando apresentou os documentos de defesa com relação à Comissão Processante, instalada contra o mesmo pela casa no dia 5 de agosto.

Bambu citou algumas ações que aconteceram, frisando atos que, segundo ele, demonstram que o denunciante estaria agindo de má fé. Uma das ações citadas pelo vereador, foi que o denunciante e subprocurador do município de Mariana, Rodrigo Paiva Ferreira, no mesmo dia da denúncia, foi ao Conselho de Patrimônio da cidade, entregar uma cópia da denúncia. Continuando, o vereador disse que no outro dia ele foi pessoalmente até um veículo de imprensa, levando documentos e fazendo todo o esforço para que ele saísse na primeira página.

Chamando a atenção para a má fé do denunciante, Bambu explicou que o orçamento, apresentado na denúncia, com relação ao preço da luminária, foi feito de forma manipuladora, não especificando o tipo do produto. No orçamento do denunciante, realizado na Eletrotécnica Mariana Ltda., consta o valor de R$ 361,70 (01 LUMINÁRIA EMBUTIR HQIZO/150 RED, 01 REATOR VAPOR SÓDIO/METÁLICO 150W AFP EXT e 01 LÂMPADA VAPOR METÁLICO 150W), orçamento esse que não tem carimbo ou assinatura. Bambu, também fez o orçamento na mesma empresa, distribuindo uma cópia para cada vereador e, de acordo com o documento apresentado pelo vereador, somente a luminária (PROJETOR STROMBOLI MD), custa R$ 1.450,00.

Veja nesse link, os dois orçamentos apresentados.

Segundo o vereador, a ação do denunciante, foi induzir os vereadores ao erro, “porque quando ele assina na denúncia que há um superfaturamento de mais de 500%, e trás um documento a esta casa, que no nosso entendimento não tem valor nenhum, a própria loja, trás pra gente o valor de R$ 1.450,00 assinada pelo proprietário. Isso está na nossa defesa, mas eu faço questão de demonstrar para a população marianense, como esse advogado trata com a coisa. Ele brinca com as pessoas“, explanou o vereador.

Para ver na íntegra as palavras do vereador Bambu em plenário, acesse o vídeo abaixo:

PARTICIPE pelo facebook:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: