Adimar (PTB) Bambu (PDT) Bruno Mol (PSDB) Cristiano Vilas Boas (PT) Daniely Alves (PR) Fernando Sampaio (PRB) Juliano Duarte (MD) Leitão (PNT) Marcelo Macedo (PSDB) Pedro do Eldorado (PR) Prof. João Bosco (PP) Raimundo Horta (PMDB) Tenente Freitas (PHS) Tião do Sindicato (PTC) Zezé de Nego (PTB)
 

Câmara discute ensino multisseriado nas escolas

25 de março de 2014

 

camara-discute-ensino-multisseriado-nas-escolas

Jamylle Mol – Do Portal Mariana

Na reunião ordinária da Câmara, que aconteceu na segunda-feira (10), o ensino multisseriado foi um dos assuntos que estiveram na pauta de discussão. Os vereadores se mostraram contrários à instalação de classes multisseriadas já que, de acordo com eles, agrupar estudantes de turmas diferentes em uma mesma sala é um equívoco.

De acordo com o vereador Geraldo Sales – Bambu (PDT), a ideia de instaurar o ensino multisseriado é “um desserviço à educação”. Já para João Bosco (PP), o multisseriado é “um problema sério para os alunos”. Segundo o vereador, que atuou como professor, nas classes multisseriadas, a dificuldade de prender a atenção dos estudantes é maior. “Os alunos se perdem e nós [professores] também nos perdemos porque não sabemos o que vamos ensinar para os alunos”, explica.

Para Zezé de Nego (PTB), que também tem uma relação próxima à área da educação, as classes multisseriadas são, hoje, um retrocesso para o município. “Não há a possibilidade de trabalhar dessa forma. É um caminho que não se deve seguir”, afirma.

A discussão a respeito do ensino multisseriado surgiu pela possibilidade de o sistema ser aplicado em algumas escolas, como a que funciona no sub-distrito Barroca. O vereador Fernando Sampaio (PRB), que foi quem iniciou o assunto durante a reunião, afirmou que, quando soube dessa possível instalação, entrou em contato com o Prefeito Celso Cota. “Ele garantiu que isso não vai acontecer. Se tiver cinco alunos numa sala, terá um professor pra dar aulas pra esses alunos”, conta.

PARTICIPE pelo facebook:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: