Adimar (PTB) Bambu (PDT) Bruno Mol (PSDB) Cristiano Vilas Boas (PT) Daniely Alves (PR) Fernando Sampaio (PRB) Juliano Duarte (MD) Leitão (PNT) Marcelo Macedo (PSDB) Pedro do Eldorado (PR) Prof. João Bosco (PP) Raimundo Horta (PMDB) Tenente Freitas (PHS) Tião do Sindicato (PTC) Zezé de Nego (PTB)
 

Transporte público municipal é debatido na Câmara (parte 1)

4 de junho de 2013

 

transporte-publico-municipal-e-debatido-na-camara-parte-1

Como o Portal Mariana acredita em pensar e fazer diferente, levando em conta a importância desse assunto que tem afetado drasticamente a população marianense, decidimos dividi-lo em várias matérias devido à riqueza de informações que procederam dessa reunião.

Representantes falam sobre as questões solicitadas no requerimento antes de responderem as perguntas dos vereadores

 

Sidiney Gomes – Portal Mariana

Transporte foi o tema principal debatido na 17ª reunião ordinária da Câmara realizada no dia 27 de maio. Atendendo ao requerimento de nº 27 de autoria dos vereadores José Jarbas Ramos Filho – Zezé de Nego (PTB) e Cristiano Vilas Boas (PT), estiveram presentes no plenário para fornecerem informações sobre o transporte coletivo municipal, o Secretário de Defesa Social, Luiz Gonçalves Furts Filho, responsável pela gestão do serviço de transporte público, e representantes da empresa Transcotta LTDA: o assessor, Ely Tadeu; o gerente de tráfego, Welton Pena; e a advogada Beatriz Schettini.

Através do requerimento, foram solicitados esclarecimentos sobre o aumento das passagens, passe livre para idosos, meio passe para estudantes da rede pública de ensino e a qualidade do serviço prestado. Uma boa parte da população tem levantado questões com relação ao aumento da passagem que passou de R$ 2,00 para R$ 2,30 (aumento de 15%), ato este, não justificado pela qualidade do serviço prestado.

Abrindo o debate sobre a questão, o Secretário de Defesa Social, Luiz Gonçalves Furts Filho, falou seguidamente sobre os quatro tópicos solicitados no requerimento. Sobre o aumento da passagem, o secretário disse que a empresa não tinha aumento de passagem desde 2011 e que nos últimos 30 meses houve aumentos de combustível, peças, e aí tem o custeio da empresa e isso levou a empresa a aumentar o valor da passagem. Com relação ao passe livre para os idosos, Luiz explicou pela Constituição Federal é concedido o passe livre para todos os idosos a partir dos 65 anos e frisou que quem poderia falar sobre a concessão desse direito seria a empresa de transporte.

luiz-goncalves-furts-filho

Sobre a questão do meio passe para os estudantes da rede pública de ensino, o secretário disse que isso depende da mobilidade urbana e da licitação do trasporte público e que o prefeito já disse que será feita essa licitação, após isso, é possível enviar um projeto à Câmara para que fosse votado esse meio passe. Já com relação à qualidade dos serviços prestados, Luiz disse que quando assumiu a pasta, ele teve contato com associações de moradores da sede e dos distritos do município e toda reclamação e ofício que chega em suas mãos ele encaminha para a empresa responsável pelo transporte coletivo para que ela faça o trabalho dela, “prestação de serviço com qualidade pra todo cidadão“, explicou.

Finalizando e falando sobre a qualidade dos serviços prestados, Luiz disse que é necessário, com urgência, que o município de Mariana defina o Marco Regulatório do Transporte, após essa etapa, seguida de participação popular por meio de audiência pública, é submetido à Câmara Municipal para ser convertido em lei e a partir daí, poderá ser aberta a licitação para o serviço.

Representantes da empresa Transcotta falam sobre os questionamentos

De posse da palavra, o assessor Ely Tadeu, disse que o reajuste da passagem por uma planilha e é sempre o custo, dividido pelo número de pagantes e que os dados utilizados são os dados do ano anterior. Sobre a questão do passe livre para os idosos, o assessor disse que a empresa não é contra e que a lei deve ser cumprida, mas enfatizou a questão dos distritos onde os usuários idosos chegam a 50% da capacidade da empresa e a mesma tem que se preservar e está estudando um acréscimo de alguns centavos na passagem urbana pra compensar, “não podemos pagar pra trabalhar“, disse o assessor.

Com relação ao meio passe para os estudantes, Ely disse que a empresa não é contra e mencionou novamente a planilha, frisando que o preço da passagem está relacionado ao custo do serviço dividido pelos usuários. Essa ação elevaria muito o custo da passagem, já que, se alguém não paga a passagem ou paga metade, alguém terá que pagar por eles e isso eleva drasticamente o custo e consequentemente o valor da passagem, novamente lembrando que o valor da passagem está ligado ao custo dividido pelas pessoas pagantes. Segundo o assessor, um estudo nesse sentido já foi realizado pela prefeitura de Ouro Preto e revelou que, uma tarifa, que custava na época R$ 0,72 passaria para aproximadamente R$ 1,25 com meia passagem para os estudantes.

ely-tadeu

Já na parte da qualidade do serviço prestado, o assessor disse que a empresa colocou em circulação treze carros novos e citou que em Itabirito a empresa não estava conseguindo cumprir os horários e conversaram com a prefeitura e foram tomadas medidas simples com resultados imediatos, “limpou-se” o trânsito na avenida principal proibindo o estacionamento em uma lado e fez um corredor onde mesmo com um ônibus parado, é permitida a passagem de outro ônibus. A redução dos pontos de ônibus também foi uma das medidas adotadas através de uma reavaliação desses pontos. De acordo com Ely, em Mariana, do Rosário até o bairro Cabanas, existem 64 pontos, ou seja, 64 paradas e se o ônibus para 30 segundos em cada ponto, não tem como o horário ser cumprido.

Com relação aos cadeirantes, o assessor disse que os ônibus já estão dispondo esses elevadores, mas que os mesmos só trabalham na horizontal e nos pontos em declive, acaba-se criando um degrau o que impossibilita o uso do serviço. Finalizando, Ely disse que, “por parte da empresa, a mesma está empenhada em melhorar ao máximo a qualidade do serviço prestado pelo comprometimento que a gente tem com a população“.

PARTICIPE pelo facebook:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: