Adimar (PTB) Bambu (PDT) Bruno Mol (PSDB) Cristiano Vilas Boas (PT) Daniely Alves (PR) Fernando Sampaio (PRB) Juliano Duarte (MD) Leitão (PNT) Marcelo Macedo (PSDB) Pedro do Eldorado (PR) Prof. João Bosco (PP) Raimundo Horta (PMDB) Tenente Freitas (PHS) Tião do Sindicato (PTC) Zezé de Nego (PTB)
 

Vereador Zezé de Nego critica a realização de shows na Mina Del Rey: “enfraquecer o carnaval tradicional é, no mínimo, uma covardia”

14 de fevereiro de 2014

 

vereador-zeze-de-nego-critica-a-realizacao-de-shows-na-mina-del-rey-enfraquecer-o-carnaval-tradicional-e-no-minimo-uma-covardia

Jamylle Mol – Do Portal Mariana

As polêmicas sobre a nova programação do carnaval marianense crescem a cada dia. Na última reunião ordinária da Câmara, realizada na segunda-feira (10), durante a votação do projeto de Lei que libera as verbas para o carnaval local, o vereador Zezé de Nego (PTB) criticou os eventos previstos para a Mina del Rey e defendeu o incentivo às atrações tradicionais da cidade. De acordo com Zezé, cobrar pelo acesso aos shows já é inaceitável e enfraquecer a programação central é, “no mínimo, uma covardia”.

Segundo Zezé de Nego, o carnaval de rua tradicional, com as marchinhas e atrações características, é importantíssimo para a cultura de Mariana. “É esse tipo de programação que faz parte da nossa história”, afirma. Para Zezé, a realização de shows de grande porte na Mina del Rey poderá prejudicar os eventos locais. “A concorrência é desleal, porque são artistas de renome nacional e até internacional. Se continuar assim, daqui a uns anos, o carnaval de Mariana será todo na Mina, porque é questão de costumes, de crescer vendo essa cultura”, defende.

De acordo com o vereador, a prefeitura de Mariana poderia ter escolhido outras datas para os eventos que acontecerão na Mina del Rey, de forma a evitar a concorrência com as atrações locais. “Se é pra desenvolver um tipo de carnaval, teria que ser o nosso carnaval de raiz”, explica. Zezé criticou, ainda, o fato de a programação prevista para a Mina del Rey ser paga. “Que o carnaval está dividido entre quem tem dinheiro e quem não tem, é verdade”, diz. “Se é pra fazer um evento para a população, não se deveria cobrar, porque o carnaval é do povo, isso é o natural”, completa.

A verba destinada aos artistas locais também foi criticada pelo vereador. “Tenho vergonha de chegar perto de algum representante de Escola de Samba de Mariana, porque a prefeitura dedica milhões para pessoas de fora e uma mixaria pra quem é da cidade”, afirma.

Foto: Portal Mariana

PARTICIPE pelo facebook:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: